Deu merda

por | 16 agosto 2016 | 2 Comentários

Enfermeira obstétrica, Psicóloga e YouTuber. Madura, vivendo o feminino pleno, o tempo do carvalho. Com netos que provocam o impulso de amadurecimento e atualização continua. Amo os livros. Amo as cores. Amo as artes. Adoro viajar. Aprender e ensinar é minha paixão. Sou profundamente inspirada no universo das boas conversas.

Findhorn 5

Findhorn 6

Te espantas com o título?rs Vamos com calma…conversando , e vais ver a precisão no uso dele.

Já ouviste ou mesmo usaste a expressão “deu merda” para algo que “deu errado”? Pois… há alguns dias foi meu tempo de meditar sobre isto. Estava dentro do espaço da Living Machine, um sistema de tratamento de esgoto das cerca de 400 pessoas que vivem na Ecovila de Findhorn na Escócia.

Um lugar de alquimia. Entra esgoto e sai água limpa! Uau! São 14 tanques por onde, num processo natural e orgânico, circula o esgoto até que após 4 dias tem-se água limpa. Que é reaproveitada. Esta água processada vai para a irrigação dos jardins e será depositada em bancos de areia pra que ela volte aos lençóis freáticos. Se ecologista, bióloga…fosse, teria adorado conhecer todos os detalhes de como funciona o sistema,como foi contruído, detalhes dos tanques, das plantas, custo,etc.

No entanto, desde o 1ª instante das explicações do monitor trouxe pra minha/nossa vida o processo

*  como identificar os elementos (“plantas e bactérias” representadas nas capacidades, talentos e habilidades interiores) que                  fazem a depuração?

*  há 25 anos o custo de instalação da Living Machine foi de 150000 libras; pergunto-me: qual o custo de instalação deste                       processo, limpo, de radical e profunda transformação, na minha vida? O custo do trabalho interior de uma vida.

  • há experiência deste sistema em unidades familiares? sim. Assumo colocá-lo em operação na “minha casa, meu eu particular”?
  • como resultado temos água limpa e o residuo sólido é usado como adubo….dois elementos essenciais pra “semeadura” de pensamentos mais impulsionadores, sentimentos harmoniosos e atitudes do bem …estou atento e vigilante pra fazer este trabalho no campo pessoal?
  • E por aí fui…

Lavoisier e sua lei, antes uma ideia, agora estão vivos em mim.

” Deu merda”? Pois…prossigo em ação amorosa para aproveitar e alquimizar. Reconheço a tecitura da vida em que cada elemento tem sentido e significado e me rendo para integrar.

Alguma coisa daqui faz sentido pra ti? Então fica a vontade pra curtir, comentar, compartilhar…