HOJE! venha celebrar: 50 publicações e 1 aliado – você

por | 11 fevereiro 2016 | 33 Comentários

Enfermeira obstétrica e Psicóloga. Madura, vivendo o feminino pleno, o tempo do carvalho. Com netos que provocam o impulso de amadurecimento e atualização continua. Amo os livros. Amo as cores. Amo as artes. Adoro viajar. Aprender e ensinar é minha paixão. Sou profundamente inspirada no universo das boas conversas.

canstock fotos- 50      Um marco.  50! Já? Sim. Parece que foi ontem que o Blog vovozen nasceu ( uma frase mais do que feita mas perfeita expressão pra mim de uma profunda sensação de “ufa; uma etapa foi cumprida”). Desde julho de 2015 até agora foram 50 as conversas que tivemos. No mínimo 50 momentos compartilhados.

Razões. Mas…porque comemorar? Afinal cinquenta é só um número e todo passo a mais no caminho, tenha ele o tamanho que tiver,  pode ser festejado. Verdade. Ainda assim hoje te dou 7 razões, as minhas razões do momento:

  • é um número sim: 50. Mas vamos lembrar que estaremos aí no universo dos elementos com os quais o Universo é esquadrinhado…na esteira da geometria, que é sagrada;
  • porque com o 5, a estrela de cinco pontas, o pentagrama, se apresenta e temos a representação do humano realizado. Conheces a famosa ilustração de Leonardo da Vinci do homem Vitruviano?;
  • porque o 5 evoca liberdade na junção do 1, o início, a individualidade mais o 4 que representa trabalho, limite, concretude; como reflexo do que aconteceu na caminhada pra chegar aqui.

Já vais entendendo o porque da celebração mas tem mais…

  • porque 50 são os tons…de uma cartela com muito mais do que cinza :). Por certo lembras do título do best seller; Vivi-os todos… os 50 tons e mais. Como? Não foi fácil pra ti Lorena? Nada fácil. E porisso parece-me mais do que justo comemorar este marco;

cinquenta 2

  • porque são cinco dezenas que representam diferentes e significativas etapas;
  • porque 5 é o número do meu desafio maior. Se entendes um pouco de numerologia Pitagórica a partir do nome se identifica a motivação do ser, o eu íntimo e a expressão do SER; e da data de nascimento, o desafio;
  • porque é…50. Forte referência no inconsciente coletivo. Lembra 50 anos de idade…bodas de ouro…Uma “maratona” vencida talvez. Com história pra contar. Conto alguma coisa agora…

Desafios. O primeiro grande desafio a vencer  foi a inércia de desde 1976 saber que escrever era uma maneira de atender ao chamado da minha vocação e deixar de estar restrita ao acadêmico. Aproveito e te pergunto: identificaste o chamado da tua vocação? o que tens feito pra segui-lo? no meu caso foram 39 (!) anos de “banho maria” . É um tempão hein? Fui adiando e no ano passado, enfim, “chegou a hora”.  A vida o disse.

Mas…o maior de todos os desafios foi lidar com a tecnologia. Pra mim o “monstro sagrado”! 🙂 Esfinge a ser decifrada 🙂 Quanta energia consumida nos embates nestes meses de julho 2015 até aqui. E são só 6 meses… Muitos quilos a menos, perturbação do sono e queda de cabelos. Uau! parece dramático. E foi mas no início do percurso a luta interna era tão grande que o altíssimo consumo de energia foi incontornável. Sentia como se estivesse fora do meu controle lidar com a resistência, o medo, a vergonha, a frustração…

cinquenta 4

Emoções descobertas. Descobri emoções fortíssimas que moravam em mim , como as acima, e que nunca tinham sido olhadas na profundidade que mereciam. E era hora, né? Agora… aos 65 ou… agora! Era a hora. Quando passei a experimentar visceralmente cada uma, a saber o que estava sentindo por conseguir nominá-las muito precisamente, isso aumentou minha consistência interna. E, até chegar a restabelecer um melhor equilíbrio…houve um revertério!!! Uma crise de transformação dolorosa e sem igual. E um belo salto em crescimento e desenvolvimento.

Medo? vergonha? frustração? Sim. Lidando com uma máquina? Sim. Tão fácil de aprender? Sim mas não pro meu cacoete analógico de lidar com a realidade e com os conhecimentos tão precários em relação a esta avançadíssima “máquina de escrever” no século XXI. Já passaste por algo parecido com isto?

No fim o que acontece? As emoções aparecem ao longo da trajetória, fazem desmoronar o que pode ser liberado e me permitem atualizar, renovar o paradigma! Movimentos necessários e bem vindos. Agora sei bem!

E… nos momentos mais intensos, frente aos inúmeros pensamentos de desistir pensei em ti. Meu aliado agora. Que se une às múltiplas pessoas que ao longo do caminho como professora me perguntavam frequentemente: e o livro?

Quantas vezes já viveste uma experiência assim? Vou seguir! vou desistir! vou seguir! vou desistir! Vou seguir! quase que na pulsação da respiração? Me senti numa aventura radical. Radicalíssima. O que de familiar isto também tem pra ti?

Pra que a dúvida em me entregar às respostas, né? Todas já não apontavam pra um talento? ou missão? Pois…enfim me rendi.

Nesta jornada reconheço e louvo a poderosa sustentação espiritual; o indispensável apoio tecnológico e pessoal do Luiz Fernando Pereira, autor do Blog Dharmalog e que montou a estrutura do Vovozen. Sem ti, Luiz Fernando, não teria iniciado – Gratidão!; o apoio de Jairo Salles, autor do site jairosalles.com que na hora mais dramática que vivi em outubro quando lhe escrevi que ia desistir ele me respondeu: NÃO MEEEESMO! e completou: vemos o que acontece e vamos resolver! CONTA COMIGO! Sem ti, Jairo, não teria prosseguido-gratidão!; As fotos, ah ! as fotos…foram tiradas por duas artistas no modo como veem o mundo: Léia Senem e Ana Lúcia Fernandes. Sem ti Leia e sem ti Ana Lúcia haveria menos beleza – gratidão!

E o fato de estares junto, tu, meu leitor, visitando o blog, lendo, curtindo, compartilhando… Sem ti o Blog não faria sentido – Profunda gratidão!

cinquenta 3 Estamos aqui, tu e eu, enfim.

Aceitas confraternizar comigo? “Oba festa! bom!bom!bom! :)”

Imagina que entre nós existe um brownie, do sabor que preferires, talvez sem glutem, nem lactose :), sem gordura saturada, com somente uma pitada de açúcar e recheado de castanhas, amêndoas, frutas…Dá pra salivar, hein? 🙂 Merecemos!!!

Acendo uma vela trazendo o fogo que nos anima…na alegria do momento compartilhado. Em silêncio agradecemos. Fazemos bendições! Seguimos os sonhos!

E…vamos aproveitar: podemos já celebrar também tua saída da “zona de conforto”. Se tudo que leste encontrou ressonância em ti pra que deixes de adiar teus sonhos e projetos também podemos celebrar!

O que vamos celebrar tu e eu? Este instante; o instante a partir do qual tomas consciência e a decisão de REALIZAR. Acendemos uma chama e deixamos que ela ilumine teus projetos e teus passos. Que eles estejam alinhados com o plano de Deus pra tua vida. Lembra que vivemos no campo dos milagres. É onde estamos! Encara! Dá o primeiro passo , que eu acho sempre que é abrir-se interiormente pra possibilidade de acontecer.

cinquenta can-stock-photo

Agora tá posto.

Valeu pra ti? É certo que pode valer pra amigos teus que andam adiando projetos. Que tu e eles nem pensem em bater meu recorde de 39 anos “empurrando com a barriga”, :)…

Fica à vontade. Curte, COMENTA e compartilha! À vontade!

 

 

#vovozen.com #lorenacarvalho