Sobre ser concebido e ser gerado

por | 26 julho 2015 | 7 Comentários

Enfermeira obstétrica, Psicóloga e YouTuber. Madura, vivendo o feminino pleno, o tempo do carvalho. Com netos que provocam o impulso de amadurecimento e atualização continua. Amo os livros. Amo as cores. Amo as artes. Adoro viajar. Aprender e ensinar é minha paixão. Sou profundamente inspirada no universo das boas conversas.

ser concebido e ser gerado 1

Estive criando um seminário sobre “Mistérios da Concepção“, que fala justamente sobre gestação e concepção da vida humana, e numa viagem recente que fiz à França recebi um ensinamento precioso demais para ficar só comigo — e compartilho aqui, apenas algumas horas depois do seminário ter sido ministrado.

A viagem que fiz à França foi uma jornada pelos caminhos de Joana d’Arc e do sagrado feminino, e nosso guia Roberto Crema foi o autor do ensinamento que me falou tão fundo. Dentro de um ônibus de traslado de passageiros entre o aeroporto e o avião (lugar bastante simbólico para falar de transição entre mundos), ele me disse o seguinte:

“No plano consciencial, nós somos concebidos quando desejados por nossos pais. Assim, muitas pessoas nascem biologicamente sem terem sido concebidas, um sofrimento que terão que reparar em seus processos evolutivos. Há casos dramáticos de estupro e outros mais leves, como quando falha o método anticoncepcional, etc. Em outras palavras, antes da concepção no ‘mundo de baixo’ somático, o processo ocorre no mundo do meio, da alma, e no mundo ao alto, transpessoal”.

E ao contar isso conversando ali comigo seu rosto se iluminou. Interessada em transmitir esta mensagem no seminário, perguntei-lhe: “de que tradição vem o entendimento das coisas desta maneira, Roberto?” Ao que ele me disse: “De nenhuma tradição que eu conheça. É da reflexão e da experiência do seu amigo mesmo”.

Pensando na afirmação que fez sobre ser concebido e ser gerado entendi que o grande ato de perpetuação da vida se faz, se harmonicamente, em nossa consciência, em vários planos diferentes, não somente neste físico. Em cima como embaixo. Nos céus e na terra. No ambiente das almas e na existência humana.

Assim, com consciência, podemos participar do ato da criação, como co-criadores, na LUZ.

Já compreendias estas dimensões que envolvem tua vinda à terra? Tua experiência é de teres sido “criado” nestes dois planos: o consciencial e o físico? Como saber disto te ajuda a lidar com dramas e milagres?

Tenho certeza que alguns dos teus amigos (as), que irão se tornar pais, por exemplo, gostariam de saber disso. Compartilha e ve os resultados.